Agora são horas e minutos - Bem-vindos ao Memories!


01 setembro 2009

Margarida


Margarida era uma linda menina que gostava muito de histórias. Ela sabia de histórias que mais ninguém conhecia!
Mais tarde, ela começou a fazer as suas próprias histórias. Qualquer palavra solta servia para ela se inspirar...
Margarida foi um dia convidada para escrever um livro para crianças.
Nesse livro ela contou a história de uma flor branca que era muito bonita, mas muito triste.



Ela gostaria de ser mais colorida... achava que assim, seria mais feliz. Um dia ela teve um sonho. Nesse sonho ela era uma flor negra, num jardim cheio de plantas negras, também. Todas tinham um perfume delicioso e estavam cercadas  de trepadeiras que se enroscavam e caiam como lindos cachos negros, também. Todas as pessoas adoravam aquele jardim, assim diferente e perfumado. Um dia, o príncipe daquelas terras, resolveu fazer um palácio bem juntinho do jardim negro, para poder passar as suas mais preciosas horas a admirar aquelas lindas plantas! A flor negra foi eleita como a mais linda das flores e recebeu o mais rico prêmio. Uma fina estaca em ouro e brilhantes!
Quando a flor acordou, reparou que suas pétalas estavam 
riscadinhas de negro com toques de arco-iris... Que felicidade!
O livro foi o maior sucesso.
Margarida percebeu que essa era a sua história. Ela era muito pobre, mas depois daquele livro, foi como se o negro da tinta de suas páginas se transfoasse em tesouro. Ela ficou rica e muito estimada... encontrando a alegria em todas as cores: No branco, no negro e na presença colorida e constante de muitas, muitas crianças!
Seus sonhos e esperanças de criança se tornaram realidade. Ela era feliz!
                                                                                                                                                   Lou Ferro
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário